Ofereça infraestrutura e as bicicletas virão

Pedala Manaus sugere a prefeitura a instalação de paraciclos no centro e indica locais.

A quase que completa ausência de políticas de melhoramento da mobilidade urbana na cidade tem feito com que muitos usuários da bicicleta desistam do modal e aqueles que não a utilizam, sequer cogitem essa possibilidade. As dificuldades são muitas, desde o medo em decorrência da violência proporcionada por motoristas, até a ausência de infraestrutura que garanta um mínimo de espaço e segurança.

É fato que para que mais pessoas adotem o modal é necessário oferecer estruturas adequadas, de boa qualidade, que desperte nas pessoas a sensação de segurança e conforto.

Cidades dotadas de ciclovias, ciclofaixas e estacionamentos para bicicletas, sejam bicicletários ou paraciclos, são mais atraentes não só para quem já usa a bicicleta, mas também são condicionantes para muitos que desejam migrar de modal e querem adota-la como meio de transporte.

Por isso a importância cada vez maior de se pensar não só na segregação das vias, mas de proporcionar aos usuários da bicicleta conforto e segurança na hora de guardar sua bike.

Empresas privadas, condomínios e prédios públicos, precisam começar a oferecer essas opções, não só porque demonstra o respeito pela opção ou necessidade de transporte das pessoas, mas sobretudo, porque estimula o uso da bicicleta, melhora a qualidade de vida, promove bem estar, propiciando às pessoas o retorno ao convívio com a cidade, além de contribuir para o meio ambiente através de uma atitude sustentável.

A ausência de infraestrutura adequada em todos os seus níveis, desestimula a população a jamais pensar em outra opção de transporte. As consequências disso são desastrosas, a exemplo do centro do Manaus, cuja falta de espaço e a disputa dos carros por ele, transforma o local em um lugar pouco atrativo para as pessoas, o que interfere, inclusive, na economia local.

A opção pelo transporte público também nem sempre é cogitado, uma vez que, além de caro, é desconfortável, inseguro e lento.

Por outro lado, quem deseja ir ao centro da cidade de bicicleta, além da falta de ciclovias, sequer tem onde estacionar com conforto e segurança seu veículo.

Pensando nisso, o Pedala Manaus mapeou em 2015 mais de 60 pontos para instalação de paraciclos no formato de “U” invertido, semelhantes aos que a Prefeitura de São Paulo adota em toda a cidade. As localizações dos mobiliários sugeridos não interfeririam no fluxo das pessoas e permitira o estacionamento adequado de bicicletas. O trabalho foi resultado de uma pesquisa do então voluntário Felipe Maia, trabalho este apresentado a várias secretarias municipais, tais como, SEMINF, MANAUSTRANS, IMPLURB, além da CASA CIVIL, entretanto, até o momento, nenhuma providência nesse sentido ou política voltada para este tema foi elaborada pela Prefeitura.

Além da indicação de locais viáveis à implementação de estacionamentos, o Pedala Manaus também enviou a Prefeitura projetos de paraciclos, acompanhados do manual de instalação dos paraciclos da Companhia de Engenharia de Trafégo de SP – CET.

O centro histórico de Manaus já oferece alguns atrativos para os usuários da bicicleta, como as estações de bicicletas compartilhadas, as ciclorrotas, os prédios históricos e praças, como a recém inaugurada praça da matriz, mas que, infelizmente tem se mostrado insuficientes para fomentar e aumentar o número de usuários.

Seria ótimo para o centro da cidade e para todos os que ali convivem que as bicicletas fossem bem recebidas. Isso com toda certeza melhoraria o transito, a economia local e democratizaria o espaço público permitido um melhor convívio entre todos, além de aumentar as opções de deslocamento da população, e uma das formas de alcançar esse ideal poderia ser com a instalação de paraciclos ou bicicletários, seja por empresas privadas, seja por iniciativa da prefeitura.

Se sua empresa quiser contribuir nesse processo, através de uma atitude sustentável e socialmente relevante, é só entrar em contato com o Pedala Manaus, que daremos todo o suporte para instalação dos estacionamentos de forma gratuita e voluntária.

About the Author:

Leave A Comment